Luxa se despede, agradece torcedores e vê êxito alcançado em trabalho no Palmeiras

Luxemburgo foi demitido do cargo de treinador do Palmeiras após resultados ruins no Brasileirão Série A

Após ter sido demitido pelo Palmeiras noite da última quarta-feira (14), o treinador Vanderlei Luxemburgo se pronunciou pela primeira vez sobre sua saída do Verdão, onde ele tem cinco passagens ao longo da sua carreira.

Em vídeo divulgado em sua rede social, Luxa agradeceu os torcedores palmeirenses, tanto os que o apoiava como os que o criticava, e afirmou que teve êxito no projeto de reconstrução que lhe foi proposto no Alviverde.

+ Enquete: quem deve ser o novo treinador do Palmeiras? Vote!
+ Torcedores do Palmeiras comemoram saída de Luxemburgo e pedem contratação de Heinze
+ Palmeiras x Bragantino: veja datas, horários, locais e onde assistir aos jogos pela Copa do Brasil

“Boa noite a todos palmeirenses, aqueles que me apoiaram e aqueles que me criticaram. São todos palmeirenses, gosto muito do Palmeiras. Dizer que o convite que o Palmeiras me fez foi para fazer uma reconstrução. Reconstruí em um processo que precisava ser remodelado. Me propus, e o êxito foi alcançado”, disse Luxemburgo.

Luxa também lembrou os feitos alcançados dentro de campo pelo Verdão sob seu comando, como o título paulista em cima do Corinthians e a melhor campanha na fase de grupos da Copa Libertadores. Porém, ele disse que compreende a demissão em função das três derrotas seguidas no Campeonato Brasileiro.

“Fomos campeões paulistas, da Florida Cup, lideramos a Libertadores. Falta um jogo para ser líder geral. Estávamos no Brasileiro brigando na parte de cima e três derrotas foi tomada a decisão de me mandar embora. Faz parte do futebol. Queria agradecer aos jogadores, aos dirigentes, aos parceiros que estiveram comigo lá, e agradecer ao Palmeiras por ter me convidado pela quinta vez de estar no Palmeiras. Muito obrigado a todos vocês”, finalizou.

Luxemburgo permaneceu no Palmeiras nesta quinta passagem por 10 meses e iniciou o projeto de reconstrução para 2020, com reformulação no elenco e maior utilização da base. Jovens jogadores como Gabriel Menino, Patrick de Paula e Gabriel Veron ganharam espaço na equipe sob seu comando.

Porém, o futebol apresentado pelo clube de Palestra Itália não agradava e, mesmo com o título paulista, o trabalho de Luxa foi constantemente questionado por torcedores. Após três derrotas seguidas no Brasileirão, o presidente Maurício Galiotte optou por mudar o treinador.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.