Galiotte não descarta novo técnico brasileiro para o Palmeiras

Presidente não vê necessidade na busca por estrangeiro, mas sim pelo método de trabalho

Após a saída de Vanderlei Luxemburgo do comando técnico do Palmeiras, o Verdão já está começando a buscar um novo treinador. E dando o primeiro passo pela busca, o presidente Mauricio Galiotte evita pensar primeiro na nacionalidade do comandante, e sim no que ele poderá trazer de bom para o clube.

Em entrevista coletiva nesta quinta-feira, o mandatário afirmou que irá priorizar a contratação de um treinador com um modelo de jogo que agrade o clube, que seja ofensivo e que esteja mais próximo do futebol envolvente que o Palmeiras apresentou há algumas décadas, quando ficou conhecido como ‘Academia de Futebol”:

“Não sei se é brasileiro ou estrangeiro. O que vai definir é o conceito de jogo. Há algum tempo o Palmeiras não vem fazendo isso, não só na minha gestão, o Palmeiras não definiu a forma que quer trabalhar. E vamos definir isso agora nesse momento. Vamos buscar um treinador baseado em modelo de jogo.”

+ Enquete: quem deve ser o novo treinador do Verdão? Vote!
+ Seleção da Argentina procurou o Verdão por dicas para vencer na altitude de La Paz

Galiotte explicou por que contratou Vanderlei Luxemburgo para a temporada de 2020 e acredita que a escolha teve sentido na ocasião:

“Vanderlei foi contratado porque o Palmeiras precisava passar por mudanças. Nunca perdemos de vista o modelo ideal, o DNA que queremos. O ano de 2020 precisava de reestruturação. O Vanderlei tem experiência para isso, tem o DNA palmeirense, trabalha com a base. Todo processo foi administrado por ele. Para esse momento ele foi avaliado como a pessoa ideal.”

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.