Ex-presidente do Palmeiras, Belluzzo vê erro estratégico do Verdão por não ter contratado Hulk

Hulk negociou com o Palmeiras, mas acabou fechando com o Atlético-MG

O atacante Hulk, do Atlético-MG, é um dos principais jogadores do futebol brasileiro na atualidade, mas poderia estar jogando no Palmeiras Após quatro temporadas na China, o jogador com passagem pela seleção brasileira negociou com o Alviverde antes de fechar com o Galo.

E na opinião de Luiz Gonzaga Belluzzo, ex-presidente do Verdão, o clube do Palestra Itália cometeu um erro estratégico por não ter contratado o atacante Hulk.

+ Alviverde encaminha renovação de contrato com a Crefisa

“O Palmeiras tem uma deficiência no ataque, na minha visão, sobretudo na finalização. Estava vendo ontem o desempenho do Hulk. Acho que a diretoria do Palmeiras cometeu um erro estratégico. Se você tem um time que vai disputar a Libertadores, do ponto de vista financeiro, há um provimento de premiação ao longo da disputa muito importante. A conta que se tem que fazer, e às vezes os dirigentes de futebol não fazem, é que você, poupando dinheiro agora, talvez perca dinheiro lá na frente”, disse Belluzzo ao podcast UOL Palmeiras #26.

O ex-presidente do Verdão acredita que o time do Palmeiras sente falta de um jogador das características de Hulk, que é ponta de origem e vem sendo utilizado como camisa 9 no Galo.

“Precisa haver uma mínima capacidade de avaliação para saber qual o custo de oportunidade de não ter um jogador como Hulk, que poderia mudar qualitativamente o seu time. Não estou menosprezando os outros jogadores, mas acho que o Palmeiras visivelmente tem uma deficiência nessa posição e nessa forma de jogar no ataque. Sobretudo porque o Palmeiras tem um jogador como o Dudu, um servidor excepcional”, finalizou.

Em setembro, o Atlético-MG de Hulk vai enfrentar o Palmeiras pela semifinal da Copa Libertadores. Os jogos acontecem nos dias 21 e 28.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.